Marketing de Conteúdo: 7 erros para não cometer na sua estratégia

Marketing de Conteúdo

Marketing de Conteúdo é uma estratégia focada em criar conteúdo relevante e personalizado para que os clientes se aproximem da marca e se tornem um público fiel por meio do compartilhamento do conteúdo. 

O foco principal aqui não é apenas vender, mas ensinar e ajudar seus seguidores a solucionarem problemas, é se aproximar do público para que, quando ele for realizar uma compra, lembre de você como uma marca de confiança. 

Quer saber mais sobre Marketing de Conteúdo e 7 erros para não cometer na sua estratégia? Acompanhe o post até o final! 

1. Todo o conteúdo ser sobre sua empresa

Por mais que os empreendedores queiram vender nas redes sociais, não se deve fazer o perfil apenas sobre seus produtos e serviços. Como falamos na introdução, o foco do Marketing de Conteúdo está em compartilhar conhecimento e informação, a venda é secundária. 

Por isso, intercale seus posts de venda com curiosidades, formas de usar seu produto ou serviço, casos de clientes satisfeitos, informações sobre o mercado ou até mesmo conteúdos mais lúdicos. 

2. Focar em ferramentas, não em resultados

Um erro comum entre empreendedores que não conhecem o Marketing de Conteúdo é achar que ao criar contas nas principais redes sociais, como Facebook e Instagram, uma empresa já está com sua presença digital garantida. 

Uma campanha eficiente é medida pelas metas e resultados. Quantos usuários baixaram seu e-book? Quantos abrem seus emails? Estão compartilhando seu conteúdo? Há diálogo nos comentários entre seus seguidores? Essas são algumas das métricas para medir se o seu conteúdo está realmente engajando seu público. 

Marketing de Conteúdo

3. Escolher métricas erradas

Como o foco do Marketing de Conteúdo está nos resultados, é necessários escolher as métricas certas para avaliar o sucesso da sua estratégia. Entre as principais estão: número de leads ou potenciais clientes gerados, quantos deles converteram em venda, quanto cada venda custou para a equipe de marketing e qual o resultado de cada estratégia final.

4. Falta de chamadas para conversão 

Por mais que o conteúdo não foque na venda, ele deve focar na conversão do usuário. Isso significa que ele deve ser induzido a realizar alguma ação, como baixar um conteúdo, comentar no post ou compartilhar com os amigos. 

Essas chamadas são conhecidas como call-to-action e é um fator super importante da sua estratégia de Marketing de Conteúdo. Faça call-to-actions claros e sempre mostre ao usuário qual o próximo passo que ele deve fazer. 

Marketing de Conteúdo

5. Não definir seu nicho 

Como esse método visa compartilhar conhecimento e posicionar sua empresa como uma especialista no assunto, é preciso definir um nicho específico para que a estratégia funcione. 

Escolha algo cuja expertise seja uma meta alcançável e, ao mesmo tempo, que seja um assunto relevante para sua empresa. Dessa forma, você consegue definir os temas mais relevantes, definir o público ideal e medir seu posicionamento dentro do mercado. 

6. Inconsistência ou falta de foco em campanhas 

Se você assina um jornal e não o recebe pela manhã, fica descontente, certo? Você faz o mesmo papel com o seu cliente quando deixa de fornecer o conteúdo que vinha fornecendo.

Por isso, uma etapa fundamental do Marketing de Conteúdo é criar uma agenda de postagens e de produção de conteúdo, para que suas redes sociais sejam sempre alimentadas com informações importantes para seu público. 

7. Não dar prazo suficiente 

Infelizmente, o Marketing de Conteúdo não começa a dar resultados da noite para o dia. O lado bom disso é que, quando a coisa começa a funcionar, os resultados também não desaparecem de uma hora para outra. É um ativo de longo prazo.

Marketing de Conteúdo

Resumindo: no Marketing de Conteúdo não se trata do que sua empresa faz, mas do que seus clientes precisam!

Diferentemente do marketing tradicional, o Marketing de Conteúdo é focado no seu nicho de mercado, criando conteúdo feito para educar, informar ou entreter um futuro cliente. 

A ideia consiste em informar as pessoas para fazer com que futuramente elas não só respeitem a sua empresa e a tenham como referência, mas também se tornem clientes.